A hipertensão é uma doença que atinge mais 47 milhões dos brasileiros e entre os seus maiores perigos está o fato de que ela é silenciosa, ou seja, seus sintomas são imperceptíveis ao menos que já esteja em uma crise hipertensiva, onde ocorre a maioria dos sintomas de alerta.

E apesar de ser uma doença já conhecida, ela está associada a uma falácia que poderia mudar o curso de quem sofre com a enfermidade:
“Pessoas com hipertensão são proibidas de se exercitar.”

Uma revisão recente de mais de 390 estudos publicados pelo Jornal Britânico da Medicina do Esporte indica que o esforço físico tem o mesmo potencial dos remédios no controle dessa doença.

Mas calma, isso não quer dizer que você pode sair por aí abandonando sua medicação e realizando alto esforço físico!  Procure seu médico, peça autorização e procure um profissional de educação física para te auxiliar no processo. Pois as pesquisas sugerem que é a combinação de remédios com doses diárias de movimentação que irão fazer a diferença no tratamento.

Para te auxiliar no processo de escolha dos exercícios indicamos destacar os aeróbicos que trabalham bastante o folego, mas não deixe de lado a musculação! Já que a mesma ajuda a preparar o corpo para outros exercícios e diminui o risco de lesões.

 

Abaixo algumas dicas para você compartilhar ou se apropriar delas para ter uma vida mais saudável!
Dose a intensidade!

Durante o suadouro a pressão pode subir um pouco, por conta do grau de esforço. Por isso, atividades muito vigoras podem gerar picos de pressão. Fique atento!

 

Aposte na duração

Já que a intensidade pode ser um fator de risco, o ideal é prolongar com segurança o período destinado a cada movimento e treino.

 

Descanse e meça a pressão

É importante repousar de um a dois minutos entre um aparelho e outro para que os batimentos cardíacos possam baixar. Os intervalos são essenciais, defina o limiar com um profissional!

 

Evite ficar muito tempo de ponta-cabeça

Inclusive colocar as pernas para o alto. Mas não se preocupe, modalidades como Yoga e Pilates não estão proibidas, basta fugir das posturas invertidas.

 

Não prenda o ar!

Esse ato é contraindicado para os hipertensos visto que estimula a ação do sistema nervoso simpático e com ele no comando a pressão costuma subir.

Foque em poucos grupos musculares.

Exclusivamente para os treinos de força, quanto maior a massa muscular recrutada em uma serie, mais a pressão dispara! Procure um profissional para te auxiliar na divisão.

 

Pontos de atenção:
Caso você sinta alguns dos sintomas abaixo, recomendamos que pare a atividade!

Tontura;
Dor no Peito;
Fadiga incomum;
Palpitação;
Falta de ar;

A atividade física dosada pode ser seu aliado nessa luta!

Fonte: Saúde Abril