Em homenagem ao dia dos avós, comemorado na semana passada, resolvemos trazer informações importantes de como os exercícios físicos podem influenciar na vida da população idosa.

Atualmente, essa população é uma preocupação para os brasileiros, devido ao aumento da expectativa de vida no país. Segundo dados, estima-se que em 2025 esta população chegará a ser de 12,2%.

Sabemos que para muitos, o envelhecimento é visto como o fim da vida, onde a pessoa idosa não possui mais a mesma firmeza na realização de tarefas cotidianas como quando jovem, porém é necessário mudar esse ponto de vista! Temos hoje, cada vez mais, idosos que tiram de letra suas funções cotidianas, e mais, arrasam em diversas áreas comumente frequentadas pelos mais jovens.

Infelizmente, a falta de incentivo à prática de atividades físicas pode ser um fator para o atraso dessa qualidade de vida que esperamos para eles, pois é através dela que essa população consegue provar para si que ainda são capazes de fazer coisas extraordinárias.

Se você ainda procura mais fatores para incentivar seus vovôs a praticarem atividade física, veja abaixo:

  • Melhoria do Bem-estar geral;
  • Melhoria da condição da saúde física;
  • Preservação da independência;
  • Qualidade de vida;
  • Manutenção da capacidade funcional.

Ainda não foi o suficiente? Temos dados recentes para lhe ajudar.

Segundo um estudo publicado por pesquisadores britânico no British Journal of Sports Medicine em 2018, atividades como: passear pela vizinhança, cuidar do jardim ou brincar ao ar livre com os netos podem contribuir de maneira singular para a saúde de nossos vovôs.

Ainda segundo a pesquisa, basta somente 30 minutos diários de atividades de baixa intensidade para reduzir o risco de morte em 17%. E se for possível a prática de exercícios moderados ou intensos, a redução é ainda maior: de até 30%.

 

Por isso, contamos com vocês para ajudar àqueles que sempre estiveram do nosso lado!

 

* Em nossos condomínios procuramos sempre auxiliar nossos clientes e alunos a praticarem atividades físicas, além é claro, de orientar nossos profissionais para atendê-los da melhor maneira, sempre respeitando suas limitações e especificações.

 

 

Fonte: Previva e Blog Educação Física