A matéria desta semana foi feita em homenagem a todas as mamães, visto que no domingo (12) será o dia de comemoração. Por isso, nós resolvemos trazer um grande pequeno segredinho para vocês mães que fará toda a diferença na vida de seus filhos.

Pesquisas mostram que o brasil é o país com um dos maiores índices de obesidade infantil, e uma das grandes causas responsáveis por este fato é o sedentarismo ou falta da prática de exercícios físicos.

Um grande incentivo para mudarmos essa realidade é inspirar as nossas crianças – que hoje preferem jogos e dispositivos tecnológicos a brincadeiras ativas – através do exemplo na prática diária de atividade física. Imagina que incrível: se praticar esporte já causa tanto prazer e alívio, ter a possibilidade da companhia dos filhos pode ser ainda melhor!

Segundo um estudo feito pela Revista Paulista de Pediatria, filhos com pais engajados na vida esportiva são mais propensos a praticarem esportes. E o envolvimento materno, segundo a mesma pesquisa, pode gerar ainda mais efeitos positivos.

Achou pouco apenas uma pesquisa? Tudo bem, trouxemos outra para você. Segundo a Sociedade Brasileira de Atividade Física & Saúde o nível da atividade também pode ser considerado de grande importância para o ambiente familiar. E sua prática pode ser convertido em um grande momento de lazer entre a família, seja com uma brincadeira “à moda antiga”, um passeio no parque ou um dia no clube. A criatividade também pode ser uma grande aliada nessas horas.

O exemplo é o princípio. Se a criança cresce em um ambiente cercado de estímulos, ela passa a entender que o exercício precisa ser adquirido por ela também, e nesse aspecto pouco importa a modalidade escolhida. Seja uma simples aula na quadra ou uma aula de dança da preferência da criança, o importante é o movimento.

E não importa a idade! Se seu filho já está entrando na adolescência, chame-o para uma corrida em algum lugar aberto. Experimente “gastar” esse tempo para conversarem, se exercitarem e criarem um vínculo, inserindo a atividade na rotina e fazendo daquele momento ativo um momento também muito especial onde você pode se conectar com seu filho, suas histórias e experiências.

E lembre-se, a família é o primeiro exemplo da criança seja para o que for.

Fonte: Sempre Materna