O Dia Nacional da Conscientização do Autismo é comemorado hoje, dia 02 de abril. Em homenagem a essa data tão especial procuramos propagar dois de nossos objetivos: o esporte e a diversidade.

A dificuldade de interação social é uma das características do autista que deve ser trabalhada. No entanto, um dos problemas que seus pais vêm enfrentado é a falta de locais apropriados e profissionais capacitados, para que possam deixar seus filhos fazerem alguma atividade física, crucial para o desenvolvimento da cognição, coordenação e autoestima do portador.

Todavia, atualmente, apesar de ainda não estar no padrão ideal, muitos estabelecimentos estão se especializando para que possam atender a esse público de maneira a provocar um ótimo resultado. Agora a pergunta que fica é: “Qual é a melhor atividade para o meu filho? ” Ou “Qual trará os maiores benefícios para o seu desenvolvimento? ”

Segundo o personal de crianças autistas, Tiago Toledo, existem inúmeras possiblidades. E tudo irá depender de qual esporte a criança irá se adaptar melhor ou sentir-se mais estimulada. E em questão das atividades há desde as mais comuns, como natação, futebol e basquete às menos populares como hipismo e esgrima.

Não há restrição de nenhuma atividade física para os autistas, mesmo assim é sempre recomendado procurar profissionais capacitados que possam instruí-los da melhor forma.

 

Veja abaixo uma listinha de alguns dos esportes mais praticados e seus principais benefícios para esse grupo de pessoas

 

#1 Natação

Como sempre, a natação é um esporte muito recomendado, para todas as crianças e entre seus maiores benefícios estão a fortificação do tônus muscular e aparelho respiratório. É preciso atenção, pois cada caso é particular, as especificidades de cada criança precisam ser levadas em consideração.

Há também a necessidade de procurar um ambiente livre de barulhos e grandes ruídos pois isso pode dificultar o aprendizado.

#2 Futebol e Basquete

Como uma das dificuldades do autismo é a socialização, os esportes coletivos podem ser um grande auxiliador ao longo do tempo. Os benefícios desses esportes estão no planejamento motor, controle de força e dimensões de lateralidade. Já que ela vai perceber que precisa chutar com mais força para que a bola chegue à outra lateral da quadra ou que precisa mirar na cesta para conseguir acertar a bola.

No âmbito subjetivo há alguns pontos interessantes, como saber respeitar as regras, saber ganhar ou perder e; lidar com as frustrações de modo geral, já que esse assunto é uma grande dificuldade para todas as crianças.

#3 Esgrima

O esgrima não é tão popular, porém é extremamente benéfico, visto que sua utilização auxilia na harmonia dos movimentos e maior coordenação motora.

Vale ressaltar que esse esporte possui um nível mais “avançado” sendo indicáveis em idades onde as crianças já entendem melhor as regras e comandos.

#4 Escalada Indoor

Assim como no esporte anterior, esse também possui um nível mais avançado pois, além de exigir uma estrutura própria, não é tão comum. Sua prática pode ser em academias ou locais fechados, desde que tenha todo equipamento de segurança necessário.

Seu auxilio é na autonomia e independência, pois gera desafios e lida com o enfrentamento de medos, como o de altura.

#5 Hipismo

Sabemos que o hipismo pode ser muito incomum, porém apesar disso, possuem extremos benefícios. O esporte ajuda no equilíbrio, postura, concentração e coordenação motora. Tudo isso sem contar a presença e convivência com um animal diferente dos domésticos.

Toda essa troca permite que seja trabalhado questões emocionais. E mais do que qualquer outro esporte, é essencial um profissional acompanhando o aluno.

#6 Aulas de Circo

O circo por si só já é algo mágico e que leva alegria e o lúdico para crianças por isso, proporcionar atividades circenses a rotina de exercícios pode trazer enorme ganho físico e emocional.

Podemos dizer que essas atividades podem ser a porta de entrada para aqueles que querem começar a praticar esportes, visto que são exercícios já acostumados a ser praticados pelas crianças como: pular, dar cambalhotas, rolar no chão.

#7 Circuito Funcionais

O grande diferencial desse esporte é a proposta dinâmica e divertida, com o auxílio de obstáculos, cordas e corridas. Especialmente para crianças com autismo. O ideal seria a preparação do circuito da maneira mais lúdica possível.  E podem trazer inúmeros benefícios, como o gasto de energia, consciência corporal, e organização.

 

Listamos 07 esportes possíveis, mas existem muitas outras possibilidades como: ginástica artística, judô, karatê, tae kwon do,  golfe etc.. Não esqueçam, o estimulo visual é de extrema importância, por isso a comunicação precisar ter gestos, modelos e instruções bem objetivas.

Por fim, é bom lembrar que a prática de esportes pode trazer benéficos a todas a quem praticam, por isso não deixe de repensar na vida esportiva do seu filho, independente dos obstáculos!